Domingo, 29 de Julho de 2007
O tempo nao e' de ninguém . <//3

Hermione estava muito contente, iria voltar para Hogwarts para o seu sexto ano. Tinha sido nomeada chefe de turma, como era de esperar. Estava confiante de que iria dar o seu melhor. Mas, outra coisa não lhe saía do pensamento: Harry Potter. Ela pensava constantemente no melhor amigo.

Já estava na Toca, em casa dos Weasley e, em poucos dias Harry iria chegar... sentia imensa saudade de abraçá-lo. Queria tanto vê-lo... não percebia porquê que sentia assim... sempre esteve quase todo o Verão separada de Harry... mas agora sentia a falta dele.

''Estarei apaixonada?" pensava... "não posso... ele é o meu melhor amigo!", " e então, o Ron também é o teu melhor amigo... e toda a gente te quer ver com ele" dizia para si própria. Estes pensamentos pairavam na sua mente, o que faziam que ela não conseguisse estudar!

- Sempre a estudar, Hermione... - disse Ron com ar patético... ele odiava os livros e a sua amiga... que estava à sua frente era viciada, não passava sem eles.

- Não tou...

- Não? Parece me que sim... depois não te admires que te chamem sabe-tudo.

- Olha, Ronald... prefiro ser a "sangue-de-lama-sabe-tudo" e ter as notas que tenho do que ter as tuas MISERAVEIS notas! - disse irritada... odiava que lhe chamassem sabe-tudo... e então usou as palavras de Draco "sangue-de-lama-sabe-tudo", não que lhe agradasse.

- Calma, Hermione...

- Ron! Deixa-a! - disse a ruiva mais nova, Ginny.

- Bahhh! raparigas... - resmungou e depois saíu.

Ginny tinha sido a única que tinha reparado que alguma coisa se passava com Hermione. Apesar de estar feliz ela sentia qualquer coisa estranha que só Ginny reparou.

- Hermione...

- Diz, Ginny... estava a tentar ler mas, o Ron desconcentrou-me...

- Não me mintas... podes enganar todos mas eu sei que se passa alguma coisa contigo...

- Oh... nada de especial. - disse timida. Pensava que tinha sido o suficiente discreta.

- Conta... - insistiu Ginny.

- Bem... primeiro de tudo quero fazer-te três perguntas.

- Vá, começa...

- Quando vem o Harry?

- Amanhã... Próxima.

Os olhos de Hermione brilharam.

- Não ficas chateada comigo?

- Não... vá lá... segunda?

- Essa era a segunda... se não ficas chateada comigo... a terceira é... err... uhm... se tu gostas do Harry? - perguntou Hermione... segundos depois arrependeu-se. - Esquece Ginny! Pergunta idiota! Tá chapado na tua cara...

- ...que não. - concluíu. - Eu não gosto do Harry... mas tu gostas...

- Eu? Ai, Ginny...não... não é isso...é só que...eu ando a pensar...muito nele! - ela não sabia que dizer... estava tão atrapalhada.

- Agora digo eu: TÁ CHAPADO NA TUA CARA, HERMIONE...

- Aii, Ginny... e se tou? - perguntou Hermione passando as mãos na cara, como modo de desespero.

- Vai em frente...

- Não posso! ele é o meu melhor amigo

- e...? ele é o melhor amigo do meu irmão e eu QUERIA muito ficar com ele... mas já passou.

Depois de Ron entrar juntamente com os gemeos, não falaram mais desse assunto. Acabaram de jantar... a ansiedade de Hermione era tão grande que se assemelhava a uma dor de barriga...

No dia seguinte muito cedo, Harry estava na Toca acompanhado por Lupin.

- Hermione! - disse o rapaz quando viu a melhor amiga. - Vem cá! Deixa-me abraçar-te... - disse feliz com um sorriso de orelha a orelha no rosto.

- Que saudades! - disse Hermione apertando-o com muita força.

Conversaram muito nos dias seguintes. Hermione nunca mais tocara no assunto "eu gosto do Harry" a ninguém... ela tinha de esquecer... não podia começar a gostar dele. Mas o sentimento era cada vez mais forte! capaz de ultrapassar tudo... e todos!

Quando chegou o dia de regresso a Hogwarts, despediram-se dos Weasley.

- Adeus, George! - gritou Hermione do comboio para o gemeo.

- Adeus, Hermione... vê lá o que fazes agora que és chefe de turma!

Entraram para o comboio... Ginny acompanhava-os. Estavam todos muito contentes...

- Este ano vai ser fantástico para ti, Hermione... chefe de turma! - disse Harry sorrindo para ela.

- Pois é... mas vocês não se vão ver livres de mim... ai não, não...

- Nós também não queriamos... - disse Harry. - Vamos tar sempre juntos...sempre!

Hermione estranhou... Harry este ano estava muito feliz.

Assim que chegaram a Hogwarts, cumprimentaram Hagrid que guiava os alunos do primeiro ano!

Já estavam no banquete quando um rapazinho do primeiro ano... que tinha sido nomeado Gryffindor diz a Hermione:

- És a chefe de turma?

- Sou... - disse sorrindo. - Posso ajudar nalguma coisa?

- Não precisas! És amiga do Harry Potter? - perguntou entusiasmado. Harry olhou para a comida, tentando disfarçar.

- Sou...

- Ok... era só isso, obrigada.

- Pensei que te ia pedir um autografo... - disse Hermione a Harry rindo-se.

Ron estava um pouco aparte, conversava alegremente com Parvati e Padma...

Quando acabaram de jantar, Hermione guiou os alunos do primeiro ano para as salas comuns. Agora a sua sala comum pertencia a Draco Malfoy também. Entrou, pois tinha de o fazer para ir para o seu quarto, ignorou por completo a presença de Draco assim como ele...

Foi para o quarto e deitou-se na cama cor de laranja.

"os olhos dele são tão bonitos... dá-me a sensação de mar! como nunca reparei antes! aiii.. e aquele sorriso perfeito... dorme...dorme, Hermione!" pensava...acabou por adormecer.

Nos seguintes dias estava cada vez menos próxima de Harry e de Ron... pensou que iria ter tempo para eles, mas não. Todas as noites fazia a ronda a Hogwarts... e numa certa noite encontrou Harry.

- Harry, por aqui? - perguntou ela. - Nao podes!

- Bem... eu sei... mas não me vais castigar não é?

- Oh... Harry! Não posso abrir excepções... por favor... se o Malfoy aparece vou ter problemas!

- Não te preocupes! só fui ao jardim...

Hermione nunca percebera essa história de ter ido ao jardim... Harry estava sempre animado e bem disposto... pronto para ajudar os outros! era essas algumas das muitas qualidades de Harry.

Hermione cada vez gostava mais dele. Mas nunca lhe disse nada... ou por medo... ou por não ter coragem...

"eu irei dizer... quando tiver tempo... e coragem"

Como poderia estar cada vez mais afastados? ela gostava dele... mas não podia abdicar de chefe de turma! e lá para o meio de Março começou a reparar que não era assim tão agradavel ser chefe de turma...nos anos de Ron nem pôde estar com ele, o que o deixou muito triste! tinham dado uma festa na sala comum dos Gryffindor e ela simplesmente lhe disse:

- Vou ver se posso... (isto é uma memoria dela.)

Ela relembrou esse momento... gostava de ter ido... mas o tempo voava e ela não conseguia fazer tudo ao mesmo tempo... acabou por se esquecer!

Nos principios de Abril, chovia... mas não muito! eram pequenas chuvas que davam para regar os jardins de Hogwarts.

E, no dia 15 de Abril, Hermione decidiu que iria mudar... tinha de arranjar tempo para Harry... e para Ron! mas Harry era de quem ela gostava... nesse dia à noite foi ter com eles... à sala comum, pois estava a fazer ronda!

- Posso...?

- Ah, Hermione... pra quê? pra ires logo embora... não adianta... vai ao teu serviço. - disse Ron.

Harry estava lhe a sorrir... Harry não se importava... gostava de tar com ela, mas ela tinha as suas prioridades... ele nunca se chateava com ela!

- Ron! ok desculpa... tenho de ir...tens razão. - disse triste e veio embora. acabou a ronda e depois foi dormir. continuava a pensar muito em Harry e nos seus olhos e sorriso. ela era tão perfeito!

No dia seguinte de manhã encontrou Harry e Ron... era sábado. Era raro os dias de fim de semana em que se encontravam...

- Hermione! - disse Harry a sorrir. estava mt contente de a ver...

- Oi, Harry... - disse dando um sorriso. a vontade dela era enchê-lo de beijos e abraços... e nunca mais sair dali. mas ela queria o momento certo para lhe dizer... o ideal... e com tempo. Hermione pegou num pão com manteiga, comeu o mais depressa possivel e depois disse: - Tenho de ir... tenho um trabalho para fazer...

Ron soltou uma gargalhada cínica.

- Ok... a gente vê-se. - disse sorrindo também.

Nessa noite sentia-se muito deprimida. não sabia porque estava assim... já eram três e meia da manhã quando adormeceu e acordou sobressaltada às 3.50h da madrugada.

Não se sentia muito bem e decidiu ir até à cozinha de Hogwarts.

E pelo caminho... encontra Harry deitado no chão com a varinha na mão. Harry estava coberto de sangue e um pouco desfigurado. Ela gritou por ajuda, desesperada... ela não podia acreditar... Harry assim...

- Por favor, Harry, não me deixes! por favor Harry...aguenta...

De repente aparecem muitas pessoas para saber o motivo da gritaria de Hermione.

- HARRY! - gritou Ron.

- ele está...morto! - disse Madame Prompfey(é axim o nome?).

- Não... não pode... - disse Hermione completamente desesperada e com sangue nas mãos.

- Lamento... mas infelizmente... está mesmo!

- Nãoo... eu não posso acreditar...

Hermione agarrou o corpo de Harry e não o largou... Hagrid teve de lhe pegar e levar fora dali... ela chorava desesperadamente.

Hagrid levou-a para a sala comum...

- O Harry não pode estar morto... Simplesmente não pode! - gritou... deu um pontapé na cama de raiva. e passado uma hora pediu: - Hagrid, deixa-me sozinha! saí...

- Mas, Hermione...

- Saí, Hagrid!

Hagrid suspirou olhando a rapariga naquele estado... ele também chorava mas era diferente!

Hermione foi até à janela e olhou a estrela mais brilhante.

- Tu não podes ter partido, Harry... não podes! eu não te disse tudo... não te disse tudo... o quanto te amava... o quanto eras especial! perdoa-me Harry... - ela chorava olhando a estrela.

Ficou assim durante bastante tempo. E no dia seguinte o corpo de Harry ainda estava em observação, portanto o funeral só seria no dia 18.

No funeral, Hermione estava completamente de preto... e com uns óculos escuros. O famoso Potter tinha morrido... e tava muita gente no funeral. Era muito acarinhado por todos!

- Adeus, Harry! - disse. - Descansa em paz! e estarás sempre no meu coração... adeus! - limpou as lágrimas. - agora estou tão sozinha!

 

Bem , eu quando fiz esta fanfiction , era dedicado ao actor Francisco Adam dos mOrangos com açúcar . (:

Ela como e' a minha personagem preferida aparece comO personagem principal . LOL

Hum , depois posto uma q e' Draco/Hermione mas vai ter de ser repartida prai em 10 capitulos . :P

 


sinto-me: Normal =D

publicado por Sara Mendes às 11:13
link do post | Opinar :'D | favorito

4 comentários:
De Bee a 29 de Julho de 2007 às 20:33
Gostei! Aliás, adoro Harry Potter LOL
QUero ver então essa história da Hermione/Draco =)


De MissNokax a 11 de Setembro de 2007 às 18:08
LINDO

simplesmente LINDO

deixei um comentário só para dizer que é Madam Pomfrey, não Madame Prompfey. Fora esse mínusculo erro, a fanfiction está excelente... quem me dera saber escrever como tu... passa pelo meu blog http://seis.blogs.sapo.pt e diz o que achas... ainda só vai no ínicio...


De NADHY a 7 de Janeiro de 2008 às 19:45


AMEII...
ESSE É O RESUMO DAS RELIKIAS DA MORTE CERTO??

AMEII...



De gbffbfdb a 30 de Outubro de 2008 às 12:33
gostei mesmo, ficou legl, so meio triste, mais legal....


Comentar post

.mais sobre mim
.posts recentes

. 100 verdades

. Não é um Adeus, mas um At...

. Madrid <3

. Q grande seca!

. HELLO. :D

. Sem ti

. É amor. É paixão.

. Keep going on :)

. Essências :D <3

. mais unidos ? <3

.arquivos

. Dezembro 2010

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.pesquisar
 
.subscrever feeds